Restaurantes criticam limite e seguem sem abrir

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A fase amarela do Plano São Paulo do Governo do Estado permite a bares e restaurantes o funcionamento por oito horas e atendimento presencial com 40% da capacidade. Enquanto alguns proprietários comemoram a volta do trabalho, donos de pontos tradicionais de Campinas preferiram continuar apenas com delivery e retirada.

Para Jota Santos, proprietário do City Bar, a limitação do número de clientes não compensa a reabertura presencial.

Ricardo Mourtada, dono do Papai Salim, diz que a o espaço físico do restaurante e o número de funcionários fizeram com que optasse por não disponibilizar mesas.

Para Mourtada, o atendimento no balcão para retirada e o serviço de entrega seguram o faturamento do restaurante, mesmo com números abaixo do período pré-pandemia da covid-19.

Jota Santos pretende retomar o atendimento presencial somente quando o bar puder atender a mais clientes.

Os bares e restaurantes de Campinas podem receber clientes presencialmente até às 22h e o atendimento pode seguir até às 23h. Já o serviço de delivery tem horário ilimitado.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES
Play Video

Ao vivo

CBN Campinas

99,1 FM

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também