Vacina na China apresenta 95% de segurança

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Valéria Hein

Os testes com a vacina contra a covid-19 do laboratório chinês Sinovac seguem no Estado de São Paulo e representantes da empresa estiveram com o governador João Dória (PSDB) na entrevista coletiva desta quarta-feira para divulgar resultados de exames realizados no país asiático.

De acordo com a fábrica, 95% dos voluntários chineses não tiveram qualquer sintoma. Apenas quatro pacientes sentiram efeitos considerados mais graves. O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirma que o nível de segurança da imunização é considerado excelente.

O representante do laboratório, Xing Han, afirmou, por meio de um intérprete, que a empresa da China foi a primeira a ter a vacina contra a gripe H1N1 aprovada no mundo.

O governador voltou a criticar o Presidente da República após o discurso dele na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas. Sem citar o nome de Jair Bolsonaro (sem partido), Dória condenou o chamado negacionismo.

Dória e o representante do laboratório prometeram 60 milhões da Coronavac até 28 de fevereiro de 2021. Esse número seria suficiente para imunizar toda a população do Estado. Em 15 de outubro, serão divulgados os resultados da fase de testes realizada com os voluntários, incluindo os que receberam a dose no Hospital de Clínicas da Unicamp.

O governador segue com a expectativa de aprovação por parte da Anvisa e o início da vacinação em dezembro.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Desemprego cresce 31,85% em Campinas

Um levantamento da ACIC, com base nos dados do CAGED, apontou que em 2020 o desemprego em Campinas cresceu 31,85% , na comparação com 2019. O ano de 2020 fechou com 108.662 trabalhadores sem emprego. Em 2019, eram 82.413. No entanto, o Secretário Municipal de Trabalho e Renda, Gustavo Di Tella Ferreira, acredita que com o avanço da vacina, haverá aos poucos a retomada no emprego.