Homem envolvido em acidente fatal ganha liberdade

foto divulgação

O empresário de 36 anos, que ao dirigir embriagado se envolveu em um acidente que causou a morte de uma mulher e do filho dela, em Piracicaba, teve liberdade provisória concedida pela justiça. 

O acidente aconteceu em 23 de agosto deste ano, e vitimou Vilmar Alves Moura, de 52 anos, e o filho dela, Gabriel Moura, de 26 anos, que estavam em um carro dirigido pelo marido de Vilmar. O Samu chegou a socorrer as vítimas, mas elas morreram no local. O motorista foi socorrido e teve alta hospitalar.

O condutor do carro que provocou o acidente foi preso em flagrante e indiciado por homicídio culposo. A Polícia concluiu que ele dirigia em alta velocidade, após consumir bebida alcoólica. Além disso, a CNH dele estava vencida desde 2015.

A defesa pediu a liberdade do empresário, afirmando que a prisão preventiva “carece de elementos concretos e fundamentação idônea que a justifiquem”, pois a medida só seria aplicada no caso de haver prova da existência de crime e indício suficiente de autoria, e argumentou ainda que a liberdade do réu não traria riscos, e que ele é réu primário, com residência e ocupação fixa.

A justiça aceitou os argumentos sobre residência e ocupação fixa, aceitou o pedido de liberdade, e impôs algumas medidas cautelares ao réu, como comparecimento em juízo sempre que determinado, suspensão provisória do direito de dirigir, entre outras.

Compartilhe!

Pesquisar

PODCASTS

Mais recentes

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Veja também

Por orientação de advogado, Zé Carlos não comparece à sessão da Câmara

No dia em que foi deflagrada a Operação Lambuja, com mandados de busca e apreensão na Câmara e endereços ligados ao vereador Zé Carlos (PSB), o presidente do Legislativo foi orientado pelo advogado dele, Ralph Tórtima Stettinger Filho, a não comparecer à Sessão Ordinária desta quarta-feira.

A sessão desta quarta, no Teatro Bento Quirino, é presidida pela vice-presidente da Casa, Débora Palermo (PSC).

Vereadores de oposição apresentam pedido de investigação contra Zé Carlos

Os vereadores Nelson Hossri (PSD) e Marcelo Silva (PSD) apresentaram nesta quarta-feira um pedido de Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar os fatos envolvendo a suposta cobrança de vantagens indevidas para manutenção ou prorrogação de contratos de empresas terceirizada pelo Legislativo por parte do Presidente da Câmara, o vereador Zé Carlos (PSB).

A defesa de Zé Carlos alega inocência do vereador.

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.