Justiça eleitoral anula intervenção no PSL campineiro

Foto - Danilo Braga

O PSL de Campinas seguirá sob o comando de André Ribeiro. A Justiça Eleitoral anulou definitivamente a intervenção estadual no diretório do partido na cidade. Segundo a decisão da justiça, a executiva estadual não abriu possibilidade de defesa ao diretório municipal, o que mostraria que a intervenção foi arbitrária, e sem respeito ao processo legal e direito de ampla defesa. Ainda cabe recurso.

O problema começou no início de setembro, quando a executiva estadual realizou uma intervenção e nomeou o advogado Fábio Garibe como presidente da legenda em Campinas. A manobra, que teve o apoio do Senador Major Olímpio, visava determinar que o PSL apoiasse Rafa Zimbaldi (PL) nas eleições para prefeito, enquanto Ribeiro desejava apoiar Dário Saadi (Republicanos).

Porém, após Rafa Zimbaldi receber o apoio do PSDB, desafeto de Olímpio, o senador resolveu voltar atrás no apoio ao candidato do PL, e com isso o caminho ficou livre para o partido apoiar Dário Saadi em Campinas.

Compartilhe!

Pesquisar

PODCASTS

Mais recentes

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Veja também

Por orientação de advogado, Zé Carlos não comparece à sessão da Câmara

No dia em que foi deflagrada a Operação Lambuja, com mandados de busca e apreensão na Câmara e endereços ligados ao vereador Zé Carlos (PSB), o presidente do Legislativo foi orientado pelo advogado dele, Ralph Tórtima Stettinger Filho, a não comparecer à Sessão Ordinária desta quarta-feira.

A sessão desta quarta, no Teatro Bento Quirino, é presidida pela vice-presidente da Casa, Débora Palermo (PSC).

Vereadores de oposição apresentam pedido de investigação contra Zé Carlos

Os vereadores Nelson Hossri (PSD) e Marcelo Silva (PSD) apresentaram nesta quarta-feira um pedido de Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar os fatos envolvendo a suposta cobrança de vantagens indevidas para manutenção ou prorrogação de contratos de empresas terceirizada pelo Legislativo por parte do Presidente da Câmara, o vereador Zé Carlos (PSB).

A defesa de Zé Carlos alega inocência do vereador.

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.