Mercado imobiliário tem recuperação no trimestre

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
O Bank of America apresentou um relatório onde aponta que o mercado imobiliário brasileiro está pronto para uma recuperação de vários anos, e que os resultados operacionais do terceiro trimestre, divulgados até o momento, são extremamente positivos. A geração de caixa é expressiva e as empresas que atuam no segmento residencial de baixa renda estão se beneficiando dos ganhos de participação.

O Bank of America apresentou um relatório onde aponta que o mercado imobiliário brasileiro está pronto para uma recuperação de vários anos, e que os resultados operacionais do terceiro trimestre, divulgados até o momento, são extremamente positivos. A geração de caixa é expressiva e as empresas que atuam no segmento residencial de baixa renda estão se beneficiando dos ganhos de participação. Com bancos de terrenos robustos e boa liquidez, as construtoras residenciais brasileiras estão aproveitando o aumento da demanda.

A velocidade das vendas está acelerando, o que significa que o dinheiro está circulando. Até agora, as construtoras relataram um aumento médio de 6% na velocidade de vendas no terceiro trimestre. Porém, o professor de economia da PUC-Campinas, Cristiano Monteiro, acredita que é preciso ter cuidado com esses indicadores quando se faz uma análise mais profunda. Ele afirma que não vê os números capazes de puxarem o setor para cima, uma vez que as circunstâncias de negociação no mercado imobiliário mudaram. “Diante deste fator, abre-se possibilidades de um certo aquecimento no mercado imobiliário. No entanto, não entendo que esse aquecimento poderá trazer um efeito dinâmico em toda a economia brasileira, assegurando neste ano, no próximo período, uma retomada do crescimento tão significativa”, explica.

De todo modo, as empresas que atuam em Campinas enxergam boas possibilidades neste final de ano. O CEO da Construtora Patriani, Bruno Patriani, acredita que o momento é bom e a tendência é que melhore ainda mais a partir da virada do ano. Segundo ele, tudo que acabou represado por causa da crise do coronavírus já está em andamento e a resposta tem sido tão positiva que a construtora já desenvolve outros projetos na região. “A Patriani está com quatro lançamentos no toque de caixa, no forno. E preparando mais dois. Que eram os seis lançamentos que a gente tinha no ano. A ideia de que o mercado já voltou é tanta para a gente e estamos sendo tão respondido pelos clientes, que a gente decidiu lançar. Represamos tudo no segundo semestre e estamos tendo resultado”, comemora.

A opinião é compartilhada pelo gerente de incorporações da construtora GNO, Nicholas Nassralla, que também apresentou bons resultados no período em análise. Para ele, o último trimestre do ano também deve ser de recuperação, indicando um ano de 2021 bem melhor para o setor. “A gente sente que o terceiro trimestre e possivelmente o quarto vão ser bem aquecidos para o mercado imobiliário. A gente está confiante que o setor está retomando sim, vai ter um momento forte no final deste ano e tudo indica que vai continuar para o final do ano que vem”, acredita. Vale ressaltar também que as vendas de estoque, que significa uma entrada de caixa imediata, estão aumentando à medida que as taxas de financiamentos mais baixas aumentam a demanda.

 

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também