Governo de SP aumenta pedágios em dezembro

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O Governo de São Paulo vai aumentar os preços das tarifas de pedágio a partir de 1º dezembro. A informação foi publicada no Diário Oficial do Estado, nesta sexta-feira.

Os reajustes acontecem, habitualmente, em 1º de julho, mas acabou sendo adiado em função crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Nas praças de pedágios na região de Campinas, o reajuste médio será de 2%, de acordo com a variação do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor). Em reais, o aumento deve chegar a R$ 0,30 por pedágio.

  • Indaiatuba – na Rodovia Santos Dumont, os motoristas pagam, atualmente, R$ 13,80 e aumentará para R$ 14.
  • Jaguariúna – na Rodovia Campinas-Mogi, o valor do pedágio de R$12,50 vai passar a ser R$12,70.
  • Paulínia – os usuários da Zeferino Vaz vão ter que pagar uma diferença de 30 centavos, de R$ 11,90 para R$ 12,20.
  • Valinhos – o valor do pedágio na Anhanguera é de R$ 9,50 e vai aumentar para R$ 9,70.

 

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Comércio da RMC perde R$ 5 bi em faturamento em 2020

De acordo com os dados da Boa Vista SCPC, o comércio da região sofreu com uma queda de 13,67% no faturamento e de 6,10% no volume de vendas, em 2020, na comparação feita 2019. Em termos monetários a queda no faturamento regional foi de R$ 5 bilhões. Apesar das reduções nos índices o faturamento na RMC foi de R$ 5,9 bilhões, um movimento financeiro que corresponde a 93,90% do faturado em 2019.