Preço da carne segue segue tendência de alta

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
O preço da carne disparou 8,09% em novembro e puxou a inflação para cima. O produto teve o maior impacto individual na inflação oficial, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que acelerou a 0,51% em novembro, após ter fechado em 0,1% em outubro. Esse foi o maior valor da inflação em novembro desde 2015. Na ocasião fechou em 1,01%. Em novembro do ano passado, a taxa havia sido negativa -0,21%.
Foto: Flávio Botelho

O preço da carne disparou 8,09% em novembro e puxou a inflação para cima. O produto teve o maior impacto individual na inflação oficial, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que acelerou a 0,51% em novembro, após ter fechado em 0,1% em outubro. Esse foi o maior valor da inflação em novembro desde 2015.
Na ocasião fechou em 1,01%. Em novembro do ano passado, a taxa havia sido negativa -0,21%.

Essa alta registrada no preço da carne é um valor médio para o país. O reflexo é sentido pela empresaria Grazieli Mancini, que atua no Mercadão de Campinas. De acordo com ela a arroba da carne bovina que pagava R$115 atualmente pode chegar a R$180.

Para a Fatima Sá, o preço da carne atualmente está abusivo e a alternativa é buscar outras de proteína.

O empresário Marcelo Reis, é proprietário de um restaurantes e diz ter estar conseguindo manter o preço para os clientes, porém, não por muito tempo.

 

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também