IPVA fica em média 6,6% mais barato em 2021

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ficará mais barato em São Paulo em 2021. A tabela de valores venais registra queda de, em média, 6,77%, nos preços de venda praticados no varejo, segundo levantamento feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O calendário de vencimentos do imposto já está definido e será publicado nos próximos dias.

O levantamento da Fipe identificou maior queda de preços de venda para automóveis, com recuo de 7,43%. As camionetas e utilitários tiveram queda de 6,63%, seguidos de motos, com redução de 5,52%. Os preços de venda de caminhões caíram 5,09% e ônibus e microônibus fecharam 4,89% abaixo do valor apurado no ano anterior.

Os proprietários de veículos movidos à gasolina e os bicombustíveis recolherão 4% sobre o valor venal. Veículos usados que utilizam exclusivamente álcool, eletricidade ou gás, ainda que combinados entre si, permanecem com a alíquota de 3%, exceto os veículos novos com essas mesmas especificações adquiridos a partir de 15/01/21, que terão alíquota de 4%.

A frota total no Estado de São Paulo é de aproximadamente 26 milhões de veículos. Desses, 17,8 milhões estão sujeitos ao recolhimento do IPVA e 7,6 milhões estão isentos por terem mais de 20 anos de fabricação.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

RMC tem queda drástica em negócios com o exterior

A balança comercial da Região Metropolitana de Campinas registrou queda drástica em novembro de 2020, de acordo com dados do Observatório PUC-Campinas. As empresas da região mais uma vez compraram mais produtos do que venderam no mercado internacional.

Comércio da RMC perde R$ 5 bi em faturamento em 2020

De acordo com os dados da Boa Vista SCPC, o comércio da região sofreu com uma queda de 13,67% no faturamento e de 6,10% no volume de vendas, em 2020, na comparação feita 2019. Em termos monetários a queda no faturamento regional foi de R$ 5 bilhões. Apesar das reduções nos índices o faturamento na RMC foi de R$ 5,9 bilhões, um movimento financeiro que corresponde a 93,90% do faturado em 2019.

Arbitragem será formada para analisar concessão de Viracopos

A Agência Nacional de Aviação Civil e a Concessionária Aeroportos Brasil entraram em acordo para a disponibilização de uma arbitragem que vai analisar da rescisão do contrato de concessão de Viracopos. A comissão deve ser criada em até 15 dias. Uma das questões que serão tratadas pelo acordo foi a promessa do Governo Federal em desapropriar toda a área do entrono do aeroporto, que tem uma extensão de 26 km quadrados.