Emprego formal na RMC tem maior marca desde 2000

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Em novembro de 2020, foram gerados na Região Metropolitana de Campinas 10.121 postos de trabalho. Em comparação ao mesmo período de 2019, o crescimento foi de 709,68%. Os dados colocam a marca como a maior da série histórica iniciada em 2000. Os dados são do Caged referente ao 11º mês do ano passado.
Foto: Valéria Hein

Em novembro de 2020, foram gerados na Região Metropolitana de Campinas 10.121 postos de trabalho. Em comparação ao mesmo período de 2019, o crescimento foi de 709,68%. Os dados colocam a marca como a maior da série histórica iniciada em 2000.

Conforme os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Caged, referentes ao 11º mês do ano passado e avaliados pela Associação Comercial e Industrial de Campinas, em 2019 foram geradas 1.250 vagas. Para a Acic, o resultado segue o Brasil.

Isso porque no cenário nacional novembro também registrou o maior número de empregos formais criados, de toda a série histórica, iniciada em 1992. Foram gerados 414.556 postos de trabalho, com a admissão de 1.532.189 e a demissão de 1.117.633 trabalhadores.

Somente em Campinas, foram gerados 4.686 postos de trabalho no penúltimo mês de 2020. Já no período de janeiro a novembro foram eliminados no município 4.584, contra a geração de 3.850 no acumulado do mesmo período de 2019. A retração foi de 19,06%.

Segundo o economista da Acic, Laerte Martins, os números mostram uma recuperação do nível de emprego regional, apesar do impacto negativo da covid-19 nos setores de serviços, comércio e indústria, influenciando restrições na geração de trabalho e renda.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também