SUS de Campinas tem apenas quatro leitos de UTI disponíveis

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Leandro Las Casas

A rede pública de saúde de Campinas tem apenas quatro leitos de UTI exclusivos para atendimento de pessoas com covid-19, segundo o boletim diário divulgado pela secretaria de saúde. Das 86 unidades disponíveis, 82 estão com pacientes. Isso equivale a uma ocupação acima de 95%. A situação também é preocupante na rede estadual, que tem hoje apenas três leitos disponíveis.

Dos 17 leitos disponíveis na Unicamp, 14 estão sendo utilizados, que deixa a taxa de ocupação em pouco mais de 82%. Deste modo, o SUS em Campinas tem apenas sete leitos de UTI disponíveis para os pacientes com covid-19. Na rede particular, a situação é um pouco melhor, com uma ocupação de 78% e 29 leitos livres. O índice de ocupação total registrado em Campinas nesta terça-feira é de 84,68%.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Combustível e gás de cozinha sofrem novo aumento

Um novo reajuste para os combustíveis foi anunciado pela Petrobras. O aumento foi de 4,8% nas bombas. O preço do litro da gasolina para as distribuidoras subiu para R$ 2,60, o que representa um aumento médio de R$ 0,12 por litro no preço de venda. Este é o quinto reajuste da gasolina em 2021. No acumulado de 2021, o aumento já soma  41,3% aos distribuidores. Wilson Bernardes é autônomo e trabalha com entregas.  A cada dia, ele vê o lucro do negócio despencar porque, com a crise, ele não tem como repassar esse aumento para os clientes.