Combustível e gás de cozinha sofrem novo aumento

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Um novo reajuste para os combustíveis foi anunciado pela Petrobras. O aumento foi de 4,8% nas bombas. O preço do litro da gasolina para as distribuidoras subiu para R$ 2,60, o que representa um aumento médio de R$ 0,12 por litro no preço de venda. Este é o quinto reajuste da gasolina em 2021. No acumulado de 2021, o aumento já soma  41,3% aos distribuidores. Wilson Bernardes é autônomo e trabalha com entregas.  A cada dia, ele vê o lucro do negócio despencar porque, com a crise, ele não tem como repassar esse aumento para os clientes.
Foto: Valéria Hein

Um novo reajuste para os combustíveis foi anunciado pela Petrobras. O aumento foi de 4,8% nas bombas. O preço do litro da gasolina para as distribuidoras subiu para R$ 2,60, o que representa um aumento médio de R$ 0,12 por litro no preço de venda. Este é o quinto reajuste da gasolina em 2021. No acumulado de 2021, o aumento já soma  41,3% aos distribuidores. Wilson Bernardes é autônomo e trabalha com entregas.  A cada dia, ele vê o lucro do negócio despencar porque, com a crise, ele não tem como repassar esse aumento para os clientes.

Os motoboys, que também fazer entrega, enfrentam a mesma dificuldade. Como conta, Alexandre Barbosa. No caso do diesel, o preço médio de venda nas refinarias passa para R$ 2,71, o litro, representando um acréscimo de 5%. O óleo diesel já foi reajustado quatro vezes em 2021 e acumula alta de 34,1%. O gás de cozinha também sofreu aumento de  5,1%.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também