CoronaVac e AstraZeneca são eficazes contra variante

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Danilo Braga

As vacinas CoronaVac, do laboratório chinês Sinovac e do Instituto Butantan, e a AstraZeneca, feita em parceira com a Universidade de Oxford, são eficazes contra a variante de Manaus do coronavírus, de acordo com duas pesquisas preliminares conduzidas sobre os imunizantes.

O estudo sobre a CoronaVac, que será ampliado para a obtenção de dados definitivos, foi feito por meio do exame de amostras de sangue de pessoas que receberam as doses e que foram testadas contra a chamada variante P1. E os resultados indicam que há eficácia contra a cepa.

A variante originada na capital do Amazonas é apontada como mais transmissível do que as anteriores e por isso é vista como um dos fatores que levaram ao novo crescimento dos casos e da piora da pandemia de covid-19 no Brasil, principalmente nos primeiros três meses de 2021.

O presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse em ocasiões anteriores que a CoronaVac teve resultados “muito positivos” em testes feitos na China contra as variantes britânica e sul-africana da doença, também apontadas como mais contagiosas que cepas anteriores do vírus.

O Butantan já entregou 16,1 milhões de doses da CoronaVac, que é aplicada em duas doses, ao Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde. O PNI também conta atualmente com 4 milhões de doses importadas prontas da Índia da vacina da parceria entre AstraZeneca e Oxford.

Os resultados sobre o imunizante, inclusive, também foram divulgados pelo diretor da Bio-Manguinhos, Maurício Zuma. A pesquisa, realizada pela AstraZeneca e a Universidade de Oxford com base em amostras enviadas pela Fiocruz, deve ser divulgado oficialmente nesta semana.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também