Vacina indiana tem 100% de eficácia contra casos graves

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Reprodução/Bharat Biontech (Twitter)

Um estudo feito pelo laboratório indiano Bharat Biotech concluiu que a vacina Covaxin tem eficácia de 100% contra casos graves da covid-19. Os casos leves ou moderados apresentaram 78% dos resultados positivos. Já as ocorrências assintomáticas do vírus obtiveram 70% de eficácia.

Os resultados parciais são de uma segunda análise interna do imunizante na Índia. Em março, a taxa divulgada pela farmacêutica foi de 81% de eficácia em casos sintomáticos da covid-19. 

Durante o estudo, foram registrados 127 casos sintomáticos entre os voluntários, 40 a mais que o número esperado pela empresa.

Não foram divulgadas quantas pessoas receberam a vacina e quantas receberam placebo.

As hospitalizações caíram significativamente, mas a porcentagem não foi divulgada.

Os estudos são feitos com 25.800 pessoas com idades entre 18 e 98 anos em duas doses da vacina, aplicadas em intervalo de 28 dias. 

Na Índia, a Covaxin foi aprovada para uso emergencial desde o início do ano. No Brasil, o Governo Federal firmou um acordo para comprar 20 milhões de doses da vacina, mas a Anvisa negou pedido de importação do material. 

A agência fez uma inspeção da fábrica na Índia no início de março e negou o certificado de boas práticas.

O Ministério da Saúde previa oferecer 8 milhões de doses ainda em março, mais 8 milhões em abril e 4 milhões em maio. A Precisa Medicamentos, que havia firmado acordo com o governo, vai recorrer da decisão da Anvisa.

A Covaxin já é aplicada no Irã, Mianmar, Guiana, Zimbábue e Ilhas Maurício, além da própria Índia.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

83 bairros de Sumaré podem ficar sem água

A BRK Ambiental, concessionária responsável pelo saneamento básico em Sumaré realiza uma manutenção preventiva na rede nesta terça-feira.  Em função disso, 83 bairros das regiões