Campinas celebra a semana de combate ao feminicídio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Danilo Braga

Dois anos após o feminicídio de Thais Fernanda Ribeiro, em Campinas, os pais e representantes da Paróquia São Marcos deram início à celebração da semana que combate o crime de violência contra a mulher. O grupo se reuniu no espaço no canteiro central da Avenida Comendador Aladino Selmi, que ganhou um jardim em homenagem à vítima. O local, que foi chamado de Renascer, ganhou um banner com informações sobre o feminicídio.

Thaís Fernanda Ribeiro tinha 21 anos quando foi morta a tiros pelo ex-namorado, em uma casa no CDHU do San Martin, no dia 10 de maior de 2019. O autor dos disparos foi Lucas Henrique Siqueira Santana, que não aceitava o fim do relacionamento. Ele foi preso no dia seguinte ao crime, em Santo André. A dor da perda da jovem foi transformada, e o pai, Delfino Rodrigues luta pelo fim da violência contra a mulher. Segundo ele, cuidar do jardim do canteiro da Avenida Comendador Aladino Selmi, inspira as mulheres que visitam o local. Resolvemos fazer um ato em comemoração, não a morte da Thaís, mas sim a vida de muitas outras mulheres que vão reviver por causa disso aqui. Nós já temos histórias de mulheres que estão revivendo uma nova vida através desse jardim. Só de conhecer o jardim da Thaís, o espaço renascer”, afirma.

Porém, mesmo com a luta pelo fim do feminicídio, os crimes seguem ocorrendo com certa frequência. De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, apenas entre janeiro e março, foram registrados 29 feminicídios no interior paulista. Na região de Campinas, houve caso de violência contra a mulher na última semana. Na última quinta-feira, dois homens foram presos em Sumaré após agredirem duas mulheres no bairro Jardim Maria Antônia. Em um dos casos, o homem tentou matar a própria esposa com golpes de facão. Felizmente, ela foi atendida em uma UPA com ferimentos leves e teve alta.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também