Feirinha do Carmo é retomada após dois meses parada

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Danilo Braga

Após o segundo período de paralisação desde o início da pandemia, a Feira de Expositores do Carmo, que acontece na Praça Bento Quirino, no Centro de Campinas, todas às quintas e sextas-feiras, foi retomada. A feira é muito importante na composição da renda das famílias dos expositores, e o período de paralisação foi muito complicado, conforme relata a expositora Rita Maran. “Foi bem difícil, pois a gente depende da feira, e foi uma das últimas a voltar. Impacta bastante a fonte de renda dos expositores, que dependem da feira pra sobreviver”.

A expositora Claudinéia Romanati também sofreu com a suspensão da feira. “Foi cruel, foi muito difícil, pois a gente depende só da venda disso, então foi muito difícil. Agora no retorno está meio devagar, nem 20% ainda”.

O Coordenador da Feirinha do Carmo, Marco Antônio Geremias, comentou sobre a situação das famílias dos expositores durante os períodos de suspensão da feira. “Totalmente né, pois 90% do pessoal depende da feira, então esse tempo todo foi muito difícil, teve gente que até doamos cestas básicas, pois eles não tinham condições de comprar alimentos, foi muito difícil, foi uma fase que não quero passar de novo não”. Ele relata que o número de expositores caiu pela metade desde o início da pandemia. “Diminuiu 50%, muita gente pela idade praticamente parou, e tá certo, pois coronavírus é uma doença séria, e tem muitos que ‘quebraram'”.

As feiras ocorrem todas às quintas e sextas-feiras, das 7h às 18h, na Praça Bento Quirino, no Centro de Campinas.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também