Festas juninas se adaptam em segundo ano da pandemia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Divulgação/Colégio Lyon

 

As tradicionais festas juninas, realizadas em escolas, igrejas, condomínios e empresas, precisaram se adaptar devido a pandemia da Covid-19, pelo segundo ano consecutivo.

Muitas pessoas quiseram recordar o momento e por isso vão realizar as festas dentro das atuais regras, sem colocar em risco a saúde dos participantes e da equipe.

Este é o caso da escola Brasinha e do Colégio Lyon, localizado no Jardim Proença em Campinas. A instituição já havia feito um trabalho no ano passado, com aulas temáticas e uma live para alunos e familiares.

Para esse ano, com a volta das aulas presenciais e menor quantidade de crianças, o colégio terá três atividades diferentes, com foco aos alunos da educação infantil e do fundamental I.

Thiara Saragiotto, Gestora Educacional, explica as ideias que serão executadas nesse mês.

Nós vamos ter as aulas temáticas a semana toda, então a gente ainda tem os alunos que não estão vindo no presencial, e nós vamos ter dois dias de festa presencial para atender os alunos que vem um dia do revezamento e os alunos que vem outro dia, mas todos com os trajes típicos, barraquinhas para eles brincarem de pesca, argola, boca do palhaço, para a gente tentar manter a tradição. Eles estão muito animados. E ai temos também a festa online para os que não podem participar. Então os que estão em casa 100%, que não estão vindo, vão retirar um kit que a escola preparou para eles também poderem participar de casa.”

No caso da Paróquia Santa Cruz, igreja do Jardim Nova Europa, a proposta foi adotar a festa junina drive thru e retirada, uma novidade realizada no início de mês e que deu certo.

Em 2020 não foi feito nenhum tipo de atividade, mas apesar disso, um dos organizadores, Manoel Rocha, contou que o trabalho foi bem planejado.

A Paróquia não teve muita dificuldade para fazer a festa. O que a gente precisou fazer foi mudar de como era feito e como deveria ser feito, mas isso foi muito bem explanado, explicado ao pessoal e no fim foi muito bom, muito legal.”

A Paróquia sempre teve um grande público nas festas juninas e movimentava o bairro em dois finais de semana. A edição adaptada superou as expectativas da equipe.

Por ser uma experiência nova, a gente nunca tinha realizado nada no sistema drive-thru, o feedback foi muito bom, muito legal, tanto das pessoas que participaram da gente preparando a festa quanto do pessoal que participou adquirindo os produtos, a organização, o modo como foi feito, foi legal, o feedback foi muito bom de um modo geral.”

Para as crianças da escola, além do divertimento e clima junino, a festa simboliza uma retomada da cultura brasileira.

Manter a comemoração da festa junina é muito importante, pois é um resgate folclórico, faz parte da cultura do brasileiro, então é importante sim a gente manter a festa junina, mesmo que em outros formatos. Tem todo um suporte emocional, uma retomada do dito normal, trazer as crianças um pouco mais para o que era o nosso normal antes da pandemia, então a gente acha muito importante, e para os alunos, a alegria deles, a expectativa.”

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também