Idosos são impedidos de tomar vacina contra gripe em Campinas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Matilde Munhoz

Moradores de Campinas foram impedidos de tomar a vacina contra a gripe um centro de saúde da cidade por não apresentarem o comprovante de vacinação contra a covid-19. A aposentada Matilde Munhoz relata que foi com o marido ao Centro de Saúde do Santa Odila na quarta-feira, dia 9, e que não foi vacinada por não estar com o comprovante. “Chegou lá perguntou se tinha tomado vacina contra a covid. Tomamos. Perguntaram se tínhamos o comprovante, falamos que não levamos, pois ninguém havia dito que era necessário”. Questionados pela funcionária se teriam uma foto ou comprovante de agendamento da vacina contra a covid-19, responderam que sim, mas outra funcionária disse que isso não serviria.

Matilde afirma que foi orientada a ir com o marido em uma outra sala do CS, na qual seria feita uma consulta por CPF para verificar quando o casal havia sido vacinado. Mas, ao chegar na sala, duas funcionárias teriam relatado que a consulta só poderia ser feita para idosos com dificuldades, deficiente físicos e pessoas com problemas mentais. A situação causou revolta em Matilde. “A gente mora perto, mas quantas pessoas as vezes vão de ônibus para tomar a vacina, ou vão a pé com crianças, o que custa vacinar? Elas poderiam pedir os CPFs nossos e verificar quando tomamos a vacina. É falta de boa vontade mesmo”, lamentou.

Em seguida, Matilde e o marido voltaram para casa, pegaram os comprovantes, e se dirigiram a outro CS, na Vila Ipê, onde a mesma exigência foi feita para a aplicação da vacina. Desta vez eles apresentaram os cartões de vacinação contra a covid e conseguiram ser imunizados contra a gripe.

A Secretaria Municipal de Saúde afirmou que para ser imunizado contra a influenza não há obrigatoriedade de apresentação do cartão de vacinação contra a covid-19. A pasta informou que aconselha as pessoas a priorizarem a imunização contra a covid, e depois aguardar ao menos 14 dias para então se vacinar contra a gripe.

A secretaria afirma que diante da recomendação, as equipes dos CSs são orientadas a perguntar ao munícipe que vai tomar a vacina contra a gripe se ele já tomou a da covid e qual foi o intervalo, mas não é necessário apresentar o comprovante. A pasta finaliza a nota relatando que irá reorientar os funcionários das unidades nas quais isso ocorreu.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também