Muro de escola tem cartazes contra homofobia em Campinas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Danilo Braga

O muro da escola estadual Aníbal de Freitas, em Campinas, ficou cheia de cartazes com frase condenando a homofobia. Na semana passada, um aluno de 11 anos foi violentamente criticado por um grupo de pessoas após propor a realização de um trabalho com temática LGBT. Ele fez a sugestão em um grupo de WhatsApp do 6º ano do Ensino Fundamental e imediatamente passou a ser agredido por pessoas que se diziam pais de outros alunos e até mesmo membros da diretoria da escola.

Frases como ‘Eu respeito a diversidade’ e ‘Respeite as diferenças’ foram afixadas no muro da entrada principal da instituição de ensino, em papel colorido. A família do estudante registrou um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil e após sua irmã publicar o acontecido nas redes sociais, o caso ganhou repercussão.

A Diretoria Regional de Ensino informou que não compactua com nenhum ato discriminatório e que uma comissão foi criada para apurar o caso.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também