Suspeitos por morte recebem liberdade provisória

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Os quatro suspeitos presos pela morte do engenheiro Jônatas Botelho da Silva, abordado e baleado na porta da casa da mãe em maio deste ano, tiveram liberdade provisória concedida pela Justiça nesta terça-feira. Na decisão, a juíza Patrícia Suárez Pae Kim, da 1ª Vara Criminal, acolhe manifestação do Ministério Público.
Foto: Rogerio Capela/Prefeitura de Campinas

Os quatro suspeitos presos pela morte do engenheiro Jônatas Botelho da Silva, abordado e baleado na porta da casa da mãe em maio deste ano, tiveram liberdade provisória concedida pela Justiça nesta terça-feira. 

Na decisão, a juíza Patrícia Suárez Pae Kim, da 1ª Vara Criminal, acolhe manifestação do Ministério Público, que diante pedido da defesa dos presos, há indícios de prova que poderia colocá-los em outro local que não na cena do crime. Os alvarás de soltura já foram expedidos. 

Apesar da liberdade provisória, eles devem comparecer perante ao juízo todas as vezes que forem intimados, não podem mudar de residência sem permissão prévia ou se ausentar por mais de oito dias sem comunicar onde estão. Também fica proibido qualquer tipo de contato com as vítimas, familiares e testemunhas.

Vale ressaltar que a liberdade provisória não interrompe o processo do caso, já que há prova da materialidade e indícios de autoria suficientes para deflagrar a ação penal, segundo a juíza. 

Dois dos réus informaram senhas dos celulares e solicitaram perícia, para que seja confirmada a localização de ambos no momento do crime.

 

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Homem é preso em flagrante por feminicídio em Campinas

Um jovem de 23 anos foi preso em flagrante, após se entregar à polícia na noite desta quinta-feira, informando que teria deixado a esposa de 28 anos desacordada em sua casa, no Jardim Satélite Íris, em Campinas.  Segundo a Polícia Militar, o homem teria asfixiado a companheira após uma discussão. 

Motorista de BMW é preso por adulterar placa do veículo

A PM prendeu em flagrante um engenheiro, de 47 anos, por adulterar a placa do carro que dirigia, uma BMW 118i, em Limeira. O caso ocorreu na última terça-feira. Os policiais realizaram uma blitz de trânsito no município e deram a ordem de parada ao motorista, que obedeceu.

Polícia prende jovem que fazia delivery de drogas

A Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes de Americana prendeu um jovem de 21 anos, nesta quarta-feira, suspeito de tráfico de entorpecentes. Segundo a polícia, ele recebia as encomendas por telefone, preparava os pacotes no próprio apartamento, no Jardim da Balsa, e fazia as entregas.