Há cinco anos na Câmara, PL que trata de fiação solta vai à votação 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: André Berenguel

A Câmara de Campinas vota nesta segunda-feira o projeto de lei que  obriga a empresa concessionária ou permissionária de energia elétrica do município de Campinas a realizar o alinhamento e a retirada dos fios inutilizados dos postes. 

Além disso, determina a notificação das demais empresas que utilizam os postes como suporte de seus cabeamentos e fiações para que retirem fios, cabos e demais apetrechos não mais utilizados. 

O projeto de lei está no Legislativo há cinco anos e é de dos vereadores Zé Carlos (PSB) e Luiz Rossini. 

Agora, com a repercussão do acidente de motocicleta de um casal de idosos na última semana na região do Campos Elíseos em que ambos se feriram, o projeto entrou na pauta de votação desta segunda.

O projeto de Lei, que também obriga a concessionária de energia a substituir postes tortos e caídos, e que todos o cabos e fiações tenham a identificação de a qual empresa pertencem, estabelece que as empresas terão no máximo 30 dias após as notificações para retirar, substituir ou alinhar seus cabeamentos.  

A empresa de energia elétrica será multada em 100 Ufics, atualmente (R$ 378,86) para cada notificação não-realizada e as empresas que usam os postes serão multadas em 150 Ufics (R$ 568,29) para cada caso notificado que não for resolvido.

 

Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.