Cantareira opera com 28,2% da capacidade

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação / Governo do Estado de São Paulo

O Sistema Cantareira opera nesta sexta-feira com 28,2% da capacidade. Houve uma queda de 0,8% em relação à capacidade total ao longos dos últimos 7 dias. Para efeito de comparação, há um mês o Cantareira operava com 33.9%, e há um ano com 38,2%. O reservatório é responsável pelo abastecimento de parte da Grande São Paulo e também libera água para os rios da bacia PCJ, que abastecem várias cidades da região de Campinas.

Para tentar evitar um diminuição mais expressiva, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), responsável pelo Cantareira, foi autorizada nesta semana pelos órgãos regulares a retomar a transferência de água do rio Paraíba do Sul para o sistema Cantareira. A medida é permitida quando o volume do reservatório é inferior a 30%.

Uma nova solicitação teve de ser feita pois o limite anual de transferência do rio para o Cantareira, que é de 162 bilhões de litros, já foi superado no mês de setembro. A Sabesp solicitou mais 60 bilhões de litros, mas obteve autorização para mais 40 bilhões.

Sobre os rios da região, o Rio Atibaia, no ponto captação da Sanasa em Valinhos, tem vazão de pouco mais de 10 m³/s na manhã desta sexta-feira (15), lembrando que o Atibaia é responsável por 95% do abastecimento de Campinas. O Rio Jaguari, em Jaguariúna tem 4 m³/s, o Rio Piracicaba, em Piracicaba, tem 16 m³/s, e o Ribeirão Quilombo, em Sumaré, tem 0,7 m³/s.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.