Campinas faz parceria com instituto para estimular uso de cão-guia

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Francisco Lima Neto

O cão-guia é um animal muito importante para que as pessoas cegas tenham ainda mais liberdade de locomoção e consigam acessar os locais desejados com autonomia. Mas o número desses animais ainda é baixo no Brasil, com cerca de 130 em atividade. Campinas, por exemplo, conta com apenas um cão-guia em atividade.

Para popularizar esse recurso, a Prefeitura de Campinas e o Instituto Magnus, o maior centro de formação de cão-guia da América Latina, localizado em Salto de Pirapora, região de Sorocaba, anunciaram, na quinta-feira (25), uma iniciativa conjunta para estimular a adesão ao uso do cão-guia na cidade.

A etapa inicial contempla as inscrições para receber o cão-guia, de forma gratuita. Em um segundo momento, estão previstos cursos, treinamentos e sensibilizações, envolvendo, inclusive, motoristas de ônibus, táxi e transporte por aplicativo.

O prefeito Dário Saadi disse que na região Metropolitana de Campinas (RMC) são mais de cinco mil pessoas com deficiência visual.

“É uma parceria que a Emdec buscou junto ao Instituto Magnus e a gente acredita que vai possibilitar que muitos deficientes visuais tenha acesso ao seu cão-guia”, disse.

O único cão-guia da cidade é do analista de sistemas Carlos Eduardo Simões, que está com ele há três anos e meio. Ele conta que facilita muito a rotina.

“Ele vai te desviar de todos os obstáculos, ele marca o caminho que você tem ido, você só fala o caminho para onde precisa ir, esquerda, direita, encontre uma porta, encontre uma escada rolante. Eu trabalho num lugar que tem 40 prédios, tem restaurantes, tem as coisas. A independência é muito gigante”, explica.

Carlos Eduardo Simões com o cão-guia Chicó / Foto: Francisco Lima Neto

Para ter acesso a um cão-guia, as pessoas com deficiência visual devem se inscrever no site institutomagnus.org ou pelo e-mail [email protected] É necessário cadastrar dados pessoais, responder a um questionário com informações sobre a rotina e enviar documentação comprobatória dos dados fornecidos.

O cão-guia é um animal treinado especialmente para ajudar pessoas com deficiência visual em seu cotidiano, com tarefas que demandam mais atenção e cuidado como, por exemplo, conduzi-las em seus deslocamentos.

A parceria envolve a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec); e as secretarias de Transportes (Setransp) e Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos; que passam a fomentar e divulgar as ações do Instituto Magnus na cidade, como forma de atrair mais pessoas interessadas em ter um cão-guia. A Secretaria de Educação apoia o projeto.

“Recentemente, implantamos semáforos sonoros em dez cruzamentos da Avenida Francisco Glicério. O estímulo ao uso do cão-guia é mais uma iniciativa que amplia a mobilidade inclusiva em Campinas”, destacou o secretário de Transportes, Vinicius Riverete.

Uma cerimônia realizada na Escola Municipal de Ensino Fundamental “Presidente Humberto Alencar Castelo Branco”, localizada no Jardim Nova Europa, marcou o lançamento da parceria.

A EMEF Humberto Alencar Castelo Branco foi indicada pela Secretaria de Educação por ter as dependências acessíveis às pessoas com deficiência, além de atender 40 alunos no programa de educação inclusiva, duas crianças com baixa visão e uma cega. Para simular as dificuldades enfrentadas diariamente pelas pessoas com deficiência visual, o Instituto Magnus instalou no local um túnel sensorial com obstáculos.

Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.