Pai provocou queimaduras de 3ª grau na filha em Campinas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Reprodução Google Street View

As queimaduras de 3ª nas costas e nádegas de uma criança de 1 ano e 9 meses foram causadas pelo próprio pai. A afirmação é do delegado do 11º Distrito Policial, Sandro Jonasson,responsável pelo caso. Após ouvir a babá e os pais, a conclusão foi que o pai estava embriagado e deixou cair água fervendo enquanto cozinhava. 

A conclusão ocorreu após os depoimentos dos pais e da babá, além de uma acareação entre a mãe e a cuidadora da criança. Todos os procedimentos ocorreram nesta quarta.

A criança segue internada no Hospital PUC-Campinas onde aguarda a liberação de um leito da Unidade de Tratamentos de Queimados, em Limeira.

O delegado comentou que, foi só no final da tarde, após acareação entre a mãe e a mulher que o pai confessou o ocorrido.

Segundo o delegado, o pai da criança foi cozinhar salsichas ao longo da noite, ferveu água e deixou cair nas costas da criança. Como estava embriagado, a mãe, preocupada que isso  gerasse consequências para o marido, inventou a história de colocar a responsabilidade pelo ocorrido sobre a babá.

Sandro Jonasson disse que os pais já foram indiciados e os pedidos de prisões serão encaminhados à justiça

O pai responderá por lesão corporal grave e maus-tratos, enquanto a mãe será indiciada por maus-tratos e denunciação caluniosa por ter denunciado a babá falsamente.

O caso ocorreu na semana passada depois dos pais registrarem um Boletim de Ocorrência denunciando a babá que cuida dos filhos deles por suposto maus tratos à filha mais nova, já que ela apresentava queimaduras de 3º grau nas nádegas e costas.

A criança foi encaminhada ao Hospital Puc-Campinas onde um médico havia confirmado a gravidade das queimaduras e a possibilidade de ter ocorrido derramamento de água quente. 

Além da caçula, outros dois filhos ficavam com a cuidadora. Uma de 9 e outra de 5 anos, em uma casa próxima a deles, no Jd. Satélite Íris I, em Campinas.

À mãe, a cuidadora disse que a menina estava com assaduras nas nádegas mas que já havia passado pomada. Apenas no dia seguinte, quando os pais foram dar banho na filha, teriam percebido os ferimentos. 

O caso chegou ao 11º Distrito Policial onde o caso começou a ser investigado. Em depoimento, a babá havia negado as acusações.

 

Compartilhe!
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.