Unicamp não tem mais nenhum paciente internado em UTI-Covid

Profa Mariângela Resende, infectologista, Profa Elaine Ataíde, superintendente em exercício, e prof Plínio Trabasso, infectologista e Assessor da Coordenadora Geral da Universidade Foto: Francisco Lima Neto

O Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp alcançou nesta terça-feira (7) o segundo dia sem pacientes internados em leito de UTI-Covid desde o início da pandemia. É a primeira vez que isso ocorre em 21 meses de enfrentamento ao novo coronavírus.

A última paciente a dar entrada na UTI-Covid do HC foi uma mulher de 69 anos, da cidade de Franco da Rocha que morreu neste final de semana, após 15 dias internada.

Nos leitos de enfermaria apenas oito pessoas estão internadas por conta da doença, mas sem gravidade.

Segundo a chefe da disciplina de Infectologia da Faculdade de Ciências Médicas, professora Mariângela Ribeiro Resende, a taxa de ocupação de leitos revela o declínio da pandemia em todo estado de São Paulo em função da ampliação da cobertura vacinal da população.

De acordo com a Profa. Elaine Ataíde, superintendente em exercício, o foco agora é retomar os demais atendimentos que estão com a demanda reprimida.

A médica explica que há uma preocupação grande, pois os pacientes estão com doenças crônicas agravadas.

“Os pacientes agora aparecem no serviço com um quadro muito mais grave do que inicialmente ele apresentava. Isso tanto com relação a doenças crônicas quanto a neoplasias”, afirma.

Contudo, as demissões e afastamentos de profissionais dificultam a retomada.

“A expectativa é que mesmo com todas as dificuldades que nós estamos enfrentando em relação à déficits internos, principalmente, em relação a equipes que tiveram que se ausentar por afastamento ou mesmo por demissões, é que no primeiro trimestre de 2022 nós já estejamos na nossa capacidade de atender de maneira plena esses pacientes”, revela.

O médico infectologista e assessor da Coordenadora Geral da Universidade, Plínio Trabasso, mesmo com a reversão de leitos para atendimentos gerais serão mantidas estruturas exclusivas para pacientes com coronavírus.

Compartilhe!

Pesquisar

PODCASTS

Mais recentes

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Veja também

Guarda Municipal prende dois homens com drogas em terminal

Dois homens, de 22 e 18 anos, foram detidos pela Guarda Municipal por tráfico de drogas dentro do Terminal Central de Campinas nesta quarta-feira. Com a dupla, foram encontradas 15 porções de cocaína, 41 de maconha, 4 de crack, R$ 200, três aparelhos de telefone celular, tesouras e papel para embalagem dos entorpecentes.

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.