Associação critica decisão política sobre troca de delegados

Foto: Guilherme Pierangeli

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), nomeou Osvaldo Nico Gonçalves como delegado-chefe da Polícia Civil no Estado, em substituição a Ruy Ferraz Fontes. Também foi trocado o comando geral da Polícia Militar. 

Para o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo, Gustavo Mesquita, a decisão de troca de comando é de cunho político e pouca coisa deve mudar na Polícia Civil. “Cada governador que assume troca. Nada contra o anterior ou o atual, mas questionamos a eficácia de combate ao crime”, afirma.

Segundo o presidente da Associação, o grupo vai continuar reivindicando condições diferentes de trabalho para os delegados. “A reestruturação vai além de um mero reajuste. É necessário regulamentar jornada de trabalho e plano de carreira”.

De acordo com a Associação dos Delegados, são 42 mil policiais civis trabalhando atualmente e proporcionalmente à população do estado de São Paulo, faltam 15 mil agentes em todas as áreas da corporação.

Compartilhe!

Pesquisar

PODCASTS

Mais recentes

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Veja também

Guarda Municipal prende dois homens com drogas em terminal

Dois homens, de 22 e 18 anos, foram detidos pela Guarda Municipal por tráfico de drogas dentro do Terminal Central de Campinas nesta quarta-feira. Com a dupla, foram encontradas 15 porções de cocaína, 41 de maconha, 4 de crack, R$ 200, três aparelhos de telefone celular, tesouras e papel para embalagem dos entorpecentes.

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.