Flexibilização do uso de máscaras nas escolas não é definitiva, afirma Zambon

Foto: Carlos Bassan - PMC

Em entrevista exclusiva ao Estúdio CBN, o secretário de Saúde Lair Zambon afirmou que a decisão de desobrigar o uso de máscaras nas escolas a partir de agosto considera o cenário epidemiológico atual e que o anúncio não é definitivo.

“Nesse momento nós estamos tendo uma diminuição importante da demanda de internação em crianças por quadro respiratório. Em agosto, nosso cenário, nosso horizonte, é que não haverá mais necessidade. Nós vamos monitorar todo aspecto de internação, de atendimentos nos centros de saúde e hospitais. Se houver alguma alteração nesse horizonte, nós não temos nenhum problema em voltar as máscaras nas escolas.”

Zambon afirmou que, em agosto, a possibilidade de síndromes respiratórias pediátricas acontecer é menor, mas que a Secretária de Saúde ainda vai recomendar o uso das máscaras.

“Então nós temos um horizonte de que em agosto não haverá necessidade, principalmente porque sai um pouco da sazonalidade. Essa sazonalidade é na metade de outono e começo de inverno. Creio que em agosto haverá muito menos doenças respiratórias, mas é importante que as pessoas entendam que em locais onde houver gente com quadro respiratório que se use a máscara, em qualquer lugar.”

A Prefeitura de Campinas anunciou nesta quinta-feira (23) que vai desobrigar o uso de máscaras nas unidades de ensino a partir de agosto, após o recesso escolar.

Campinas foi a única cidade do Estado de São Paulo a impor o uso de máscaras em ambientes escolares fechados após o Governo de São Paulo retirar a obrigatoriedade em março deste ano.

Compartilhe!

Pesquisar

PODCASTS

Mais recentes

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Veja também

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.