Volume de chuva 60% abaixo do esperado aciona alerta de desabastecimento

Foto: Celina Silveira

Prefeituras da região de Campinas e populações precisam agir para evitar desabastecimento de água ainda neste inverno. 

As previsões dos meteorologistas apontam que, nos próximos três meses, vai chover 60% a menos do que é o ideal para o período.

De acordo com o coordenador de projetos do Consórcio PCJ, José Cezar Saad, a falta de chuvas vai prejudicar as vazões dos rios.

“Os institutos de meteorologia indicam que o trimestre julho-agosto-setembro também deverá ser um trimestre com chuvas em até 50 mm abaixo da média. Isto representa uma queda de 60% na média histórica para o período. E os rios deverão apresentar baixas vazões, consequentemente as captações para abastecimento de água deverão ser prejudicadas.”

O alerta começou a soar no mês passado.

Durante os trinta dias de junho, choveu apenas 15,7 milímetros em Campinas. O número é o menor dos últimos três anos, segundo o Cepagri. 

Ainda de acordo com o centro de pesquisa, o nível do Sistema Cantareira chegou a 41,20% em meados de junho, o menor patamar para o mês dos últimos seis anos.

E não para por aí. Os pesquisadores afirmam que este inverno vai ter temperaturas acima da média das últimas três décadas.

Diante do cenário, o Comitês PCJ emitiu um alerta para as Prefeituras da região sobre a necessidade de criar planos de economia de água.

Mas não é preciso esperar os avisos municipais para começar a agir.

Tomar banhos rápidos, fechar bem as torneiras e trocar mangueiras por baldes são algumas mudanças de hábitos que podem fazer a diferença.

Compartilhe!

Pesquisar

PODCASTS

Mais recentes

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Veja também

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.