Ouça ao vivo

Campinas confirma primeira morte por febre maculosa este ano 

Foto: Prefeitura de Campinas

A primeira morte por febre maculosa em Campinas este ano foi confirmada nesta quarta-feira pela Secretaria Municipal de Saúde. Um homem de 24 anos, frequentou a lagoa do Parque Botânico Amador Aguiar, na região Sul da cidade, apresentou sintomas no dia 4 de maio e morreu seis dias depois. 

Segundo a Saúde, o paciente foi atendido na rede pública. Em nota, a pasta informou que o local é uma conhecida área de transmissão de febre maculosa na cidade e possui placas de alerta. 

A febre maculosa é uma doença infecciosa causada por uma bactéria transmitida através da picada do carrapato-estrela. Não é transmitida diretamente de pessoa para pessoa pelo contato e os sintomas podem ser facilmente confundidos com outras doenças que causam febre alta, como a dengue, por exemplo.  

O carrapato-estrela, quando jovem, pode parasitar qualquer animal e também o ser humano que frequenta áreas com vegetação, especialmente onde há capivaras, cavalos ou outros animais silvestres, que são hospedeiros, não transmissores.  

Os parasitas infestam capins, gramados e acúmulos de folhas secas caídas, principalmente em áreas sombreadas. 

Em 2023, Campinas teve 20 casos confirmados e sete mortes pela febre maculosa. 

Compartilhe!

Pesquisar

PODCASTS

Mais recentes

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Veja também

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.