MP quer explicações sobre escola cívico-militar em Campinas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Valéria Hein

A Prefeitura de Campinas tem até o fim de novembro para apresentar ao promotor da Infância e Juventude, Rodrigo Augusto de Oliveira, os motivos pelos quais aderiu ao modelo de escola cívico-militar do Governo Federal.

O prazo de 30 dias foi estabelecido após a instauração de um Procedimento Administrativo de Acompanhamento sobre a intenção do município em fazer parte do programa que prevê militares na administração das unidades.

No ofício, Oliveira argumenta que a inclusão pode ser uma afronta “à pluralidade de ideias” e questiona se as escolas municipais estão prontas para o projeto e a possibilidade de militares inativos em funções de gestão.

A medida foi tomada após representação feita pelo vereador Gustavo Petta, do PCdoB, que viu falta de debate sobre o assunto por parte da Administração e se baseou na Gestão Democrática, prevista na Lei Orgânica do Município.

Mas conforme o prefeito, Jonas Donizette, do PSB, a ideia de implantar o programa na cidade surgiu com base no interesse de pais de alunos da rede municipal. Ele também garante que tem a intenção de levar o tema a debate.

Porém, argumenta que a aplicação da proposta só seria feita após a concordância da comunidade escolar e diz que o interesse é ouvir os responsáveis sobre em qual escola o programa seria de fato melhor aplicado.

Oficialmente, a Secretaria Municipal de Educação informou que fez a adesão ao projeto e está aguardando o parecer do Ministério da Educação, que indicará se a cidade está apta. A pasta também alegou não ter sido notificada pelo MP.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
DESCARTADOS
0
INVESTIGADOS
0
CONFIRMADOS
0 0
MORTES
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Semana começa com movimento e filas

O centro de Campinas teve uma manhã de segunda-feira movimentada. As calçadas ficaram cheias e diversas agências bancárias tiveram filas. Na unidade dos Correios, na