Jogos ajudam na inclusão de pessoas no espectro autista

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Uma pesquisa realizada pela doutoranda em educação da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista, Gisele Silva Araújo, veio mostrar como os jogos digitais podem ajudar crianças que estão no espectro autista.

clique no player abaixo para ouvir o programa na integra:

Uma pesquisa realizada pela doutoranda em educação da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista, Gisele Silva Araújo, veio mostrar como os jogos digitais podem ajudar crianças que estão no espectro autista.

Gisele desenvolveu um protocolo de criação e adaptação de jogos digitais para que estudantes com o transtorno do espectro autista possam treinar competências e desenvolver novas habilidades através dos games

Ela percebeu, ao dar aula para um aluno da sétima série com muita habilidade nos jogos, que poderia utilizar isso como um aliado para ensinar matérias como geografia, matemática e história, além de desenvolver o aluno em outros aspectos. 

São mais de 30 alunos atendidos pela pesquisa e já são vistos muito ganhos. Usando um sistema que capta o movimento para mover o personagem dentro do game, o aluno com transtorno do espectro autista melhora o foco, a concentração e a sociabilidade com outros alunos e professores.

 


Você não sabe o que é um podcast? Assiste o vídeo e veja como é simples acompanhar estes novos conteúdos da CBN Campinas.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

O que são e para que servem os algoritmos?

Mesmo sem perceber, estamos toda hora sendo analisados e classificados em moldes de acordo com tudo que fazemos nos meios digitais. Saiba definitivamente o que são é para que de fato servem os algoritmos.