Tecnologia permite que deficientes possam ter maior autonomia.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
O sistema permite, em larga escala, cadastrar as anomalias ao longo da vida do paciente, cadastrar dados geográficos do paciente e anexar imagens e exames deles. Isso permitiu que ocorressem melhorias palpáveis para quem lida com as pessoas no dia a dia. 

clique no player abaixo para ouvir o programa na integra:


Um projeto desenvolvido por um ex-estudante da Universidade Estadual de Campinas, a Unicamp, e financiado pela Fundação de Amparo a Tecnologia do Estado de São Paulo, quer mudar a vida de quem sofre com grandes restrições de locomoção.

Utilizando um sistema de reconhecimento facial, a Hoobox Robotics, empresa de Paulo Pinheiro, permite que apenas com os movimentos dos olhos e dos músculos da face, o usuário consiga mover uma cadeira de rodas. 

Junto com uma garra mecânica e uma câmera 3d, o software consegue ler mais de 70 pontos do rosto do individuo. O algorítimo entende e interpreta esses pontos como instruções para o computador de bordo. 

Assim, através de um simples movimento da cabeça, o cadeirante consegue enviar comando para a cadeira de rodas motorizada, como ir para frente, para trás ou girar a cadeira. 

Segundo Paulo, o intuito é fazer com que as pessoas recuperem a autonomia. O projeto está em fase de testes nos Estados Unidos e em breve pode aterrissar no Brasil.

 


 

Você não sabe o que é um podcast? Assiste o vídeo e veja como é simples acompanhar estes novos conteúdos da CBN Campinas.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também