Garimpamos o lp “Depois do Fim” da banda de rock progressivo Bacamarte

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Embora tenha um público fiel, o auge do rock progressivo aconteceu na década de 70. Depois desse período o estilo foi considerado ultrapassado e perdeu espaço para um rock mais simples e direto. Aqui no Brasil havia muitos admiradores e até alguns artistas embarcaram nessa onda, mas nenhum conseguiu se destacar. Só que algumas tentativas entraram para a história e permanecem cultuadas. É nesse terreno que entra o Bacamarte.

Em 1983 o grupo Bacamarte lançou o lp “Depois do fim ”.Esse foi praticamente o último capítulo de uma batalha que vinha desde 79, ano em que os integrantes conseguiram entrar em estúdio pra gravar a fita máster com  as músicas que fariam parte do disco.O problema é que nenhuma gravadora se interessou em lançar o trabalho.Todas elogiaram a qualidade, mas disseram que não era comercialmente viável .

Apesar de lançado de forma independente, o disco “Depois do Fim ” teve a ajuda da Rádio Fluminense FM, que fez história no Rio de Janeiro  ao divulgar artistas então desconhecidos. É que o fundador e líder do Bacamarte, Mário Neto, mostrou a um dos  diretores da emissora a fita máster com  as 8 faixas.Ele gostou, copiou as músicas e incluiu algumas na programação.. A boa repercussão serviu de incentivo para que Mário fundasse um selo pra lançar em edição limitada do lp.

O Bacamarte fez shows em vários espaços no Rio de Janeiro, incluindo bares, clubes e até no circo voador, mas a geração anos 80 do rock Brasil começou a tomar conta de tudo e o som mais elaborado da banda foi sendo deixado de lado. A consequência foi o final das atividades .

O adolescente Mário Neto, que tocava violão e guitarra, começou  a montar o Bacamarte  no colégio onda estudava. Ele convidou o colega e pianista Sérgio Villarim. Aos poucos, outros Jovens  foram se integrando ao grupo. Essa primeira formação se apresentou em festivais amadores, mas já tocava composições do fundador da banda, que apontavam para a mistura entre rock, jazz e música clássica.

A apresentação que abriu as portas para o Bacamarte aconteceu em 77 na TV Globo num programa chamado “Rock Concert.” Ela rendeu convites pra shows, gravações e até uma oportunidade surpreendente a Mário Neto.  É que um produtor do Genesis estava no Brasil e convidou o líder do Bacamarte pra substituir o guitarrista Steve Hackett, que estava saindo do grupo  britânico . Mário tinha apenas 17  anos e a decisão, em conjunto com os pais, foi que aquele não era o momento certo.

Entre as músicas do grupo, algumas são instrumentais e outras são cantadas. E por indicação do diretor do programa de tv “ Rock Concert “ a cantora escolhida pra gravar o disco “ Depois do fim ” foi Jane Duboc, na época ainda pouco conhecida. Além de Jane e Mário, a formação do Bacamarte trazia Delto Simas no baixo, Marco Veríssimo na bateria, Sérgio Villarin nos teclados , Mr Paul na percussão e Marcus Moura na flauta e acordeom. A partir de 2012 a banda voltou a se apresentar , inclusive com alguns membros da formação original.

Confira esta edição

 

 

entre em contato

musicaecultura@cbncampinas.com.br

 

Apresentação

Robson Santos

Produção

Walmir Bortoletto

Edição

Paulo Girardi

 

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também